segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Estudos de viabilidade técnico-financeira para implantação de projetos


Existem diversas formas de fazer a Análise de Viabilidade de um projeto e, tendo realizado a avaliação de alinhamento estratégico, restam as técnicas comparativas, matemáticas e econômicas de fazer.

Por que fazer análises de viabilidade?

Todas as empresas realizam projetos internos, seja para o acréscimo de uma linha de produção, a reforma de uma loja, etc.
Para fazer seus projetos, a empresa conta com um orçamento, ou seja, com algum dinheiro que foi disponibilizado pela diretoria. Acontece que esse dinheiro é bastante disputado, afinal, TODAS as iniciativas (leia-se projetos) da empresa vão disputar pelo mesmo valor.








Assim, destacaremos abaixo alguns passos e componentes necessários para este processo, que em algum momento exigirá certo conhecimento de engenharia financeira. Mas nada que um bom tutor e alguns livros não possam oferecer. O esforço vale a pena! 

Vamos lá:
  • Um levantamento detalhado sobre os principais eixos de receita e em seguida faça o mesmo com as despesas e os custos nas categorias: fixos e variáveis;
  • Tente projetar as informações do item anterior no horizonte de cinco anos. Utilize uma boa e velha planilha eletrônica;
  • Separe os investimentos necessários para a viabilização do projeto, pois estes terão um lugar apropriado no modelo. O mesmo cuidado terá que ser adotado caso exista a decisão de se financiar o projeto;
  • Adote um enfoque conservador. Deixe o entusiasmo de lado e tente pensar como se estivesse estudando um projeto alheio, para o qual foi convidado a aportar o seu caro e suado dinheiro;
  • Identifique os principais resultados na planilha, incluindo a implacável “TIR” (Taxa Interna de Retorno);
  • Com o modelo construído mantenha-o atualizado, de forma que a mesma análise possa ser realizada ao longo do tempo, mas já contando com algumas informações realizadas;
  • Seja frio e saiba cortar na carne para ajustar os custos do projeto, ou mesmo para abortá-lo;
  • Adote a visão de um investidor!