sexta-feira, 28 de maio de 2021

A Origem do Torno Mecânico Moderno

Para aqueles que não conhecem essa máquina da indústria moderna, vamos fazer uma introdução rápida do que é o torno mecânico e de como ele funciona. O torno mecânico é um equipamento feito com o intuito de girar uma peça que é pressionada e fixada ao torno. Com a peça fixada ao torno, ele então começa a girar rapidamente, o operador do torno então pode pegar sua ferramenta de corte para poder trabalhar na peça fixada. Os tornos mecânicos atuais são mais usados para trabalhar com metal, mas há outros modelos de tornos para trabalhar com modelos específicos como madeira ou plástico. Nos tornos atuais, para que se tenha uma frenagem mais segura, eles fazem uso de um freio mecânico como sistema de frenagem.


A Evolução Do Torno Mecânico ao Passar Das Eras 


Não se sabe quando a ideia base do torno foi feita, especula-se de que ela tenha surgido durante a idade média. O primeiro torno de que se tem conhecimento, é o torno de vara, esse torno funcionava de maneira bem simples, uma corda era fixada a uma vara ou a um galho, enquanto a outra ponta da corda era enrolada na peça. Quando a vara ou galho subiam, assim puxando a corda fazendo com que a peça girasse.


O torno de fuso, esse torno era um equipamento que precisava de dois operadores, enquanto um dos operadores segurava e girava a polia, assim girando a peça presa ao torno, enquanto o outro operador fazia o trabalho de cortar o material.


Agora falando de um torno que é certo o período em que foi inventado, é o torno que recebeu o nome de seu criador. O torno Leonardo Da Vinci, era um torno que podia ser operado por uma única pessoa e funcionava com um sistema de rotação contínuo, parecido com uma máquina de costura. 


Com o passar dos séculos, o torno foi evoluindo cada vez mais para que o seu operador não precisasse fazer muita força para manuseá-lo. Mas apenas durante a revolução industrial, quando os tornos deixaram de serem feitos de madeira, foi quando o operador do torno só tinha a função de cortar a peça a qual foi fixada ao torno.