Conheça os Principais Termos Utilizados na Arquitetura - parte 1

Você já ouviu falar em “alvenaria” ou até mesmo em “baldrame”? 

Se esses termos soam como completos desconhecidos para você, fique tranquilo!

Assim como em diversas profissões que utilizam-se de um extenso vocabulário para expressar suas devidas particularidades, a Arquitetura não fica de fora!

No artigo de hoje, compartilharemos alguns dos termos básicos utilizados nesta profissão, a fim de esclarecer quaisquer dúvidas acerca da significação de cada um deles.

Confira abaixo!


Alvenaria

Este termo, constituinte do vocabulário de cada arquiteto, caracteriza-se pela construção de alicerces, estruturas ou paredes unidas entre si, que podem ser compostas por diversos materiais, bem como pedras, tijolos, blocos de concreto, entre outros.


Abóbada

Chamamos de abóbada toda construção em forma de arco, capaz de cobrir determinado espaço compreendido entre pilares, muros ou colunas.


Átrio

O átrio nada mais é do que o pátio de entrada de uma residência (sua parte inicial).


Baldrame

O baldrame é um tipo de fundação rasa, comumente utilizada em pequenas edificações. 

Conhecido também como “viga de fundação", tal material responsabiliza-se pela conexão das sapatas isoladas, além de sustentar as paredes que encontram-se abaixo do nível do solo, permitindo que haja uma eficiente distribuição da carga estrutural.


Balanço

Esta estrutura é responsável por acomodar a parte do edifício que encontra-se suspensa. A sustentação ocorre a partir do processo de ancoragem ou contrapeso nas demais partes da estrutura.


Brise

Responsável por contribuir com o equilíbrio térmico dos edifícios, o brise é um elemento arquitetônico capaz de impedir a entrada direta de luz solar no interior dos ambientes.


Barrilete

O barrilete nada mais é do que um conjunto de tubulações hidráulicas que inicia suas atividades nos reservatórios residenciais, bem como a caixa d’água ou a casa de máquinas, finalizando seu processo na distribuição da rede hidráulica do município.


Claraboia

A inserção da claraboia propicia a entrada de luz nos ambientes, sendo esta uma abertura localizada no teto das edificações, comumente coberta por uma cúpula de vidro ou um caixilho.


Caixilho

Responsável por fornecer sustentação para janelas e portas, o caixilho caracteriza-se por um conjunto de peças utilizado para a montagem de esquadrias. Tal material pode ser confeccionado em alumínio, PVC, madeira ou aço.


Concretagem

Neste processo o objetivo é acompanhar todas as fases necessárias para a criação do concreto: transporte do material, lançamento, adensamento, cura e secagem.


Cura

A cura é um dos processos de secagem pelo qual a massa de concreto deve passar.


Cantoneira

Cantoneiras são formadas por duas abas com angulação igual a 90 graus, capazes de revestir, como o próprio nome sugere, cantos de paredes, pilares, escadas e degraus. 


Croqui

A palavra “croqui” deriva de “croquis”, origem francesa, podendo ser traduzida como “esboço”.

Trata-se de um desenho rápido e simples, cujo  intuito é apresentar ou desenvolver uma ideia.


Empena

Responsável por ladear construções vizinhas, as empenas são as paredes laterais de um edifício.

As empenas do tipo “cegas”,  não possuem quaisquer aberturas, a fim de prezar pela  privacidade do interior do edifício.


Guarda-corpo

Também conhecido como parapeito, o guarda-corpo é encarregado de proteger a meia altura que preserva as laterais de terraços e escadas, com o intuito de impedir a queda de uma pessoa.


Pé-direito

O pé-direito caracteriza-se pela altura existente entre a distância do teto ao pavimento.


Pivotante

Um pivotante propicia o funcionamento de um mecanismo de abertura onde o elemento escolhido será capaz de girar sobre um eixo vertical.

Este maquinismo é comumente utilizado em portas e janelas.


Pilotis

Os pilotis formam um conjunto de pilares ou colunas responsáveis pela sustentação de um edifício, permitindo a circulação livre no solo.


Plotar

Ato de imprimir uma planta, por exemplo, utilizando a plotadora, pois esta possibilita a impressão de desenhos extensos.


Topografia

Topografia é a ciência que estuda a geografia da superfície terrestre.

Tal ciência é essencial para a arquitetura, pois ajuda na compreensão do solo, suas particularidades e desníveis.


Prumada

A prumada caracteriza-se pelo conjunto de elementos posicionados em alinhamento vertical, ou seja, em prumo.


Agora você já está pronto para compreender o papo de qualquer arquiteto, afinal, não tem nada melhor do que conseguir acompanhar uma boa conversa!


Maria Luiza Ribeiro Pinotti